O Educador e o equilibrista

Equilíbrio

Equilíbrio parece apenas mais uma palavra que usamos quando nos sentimos bem. De vez em quando, até usamos como sinônimo de felicidade, quando tudo parece fluir na direção certa. Mas equilíbrio é uma corda bamba para quem trabalha com o terceiro setor e as causas sociais.

No momento em que você acredita que “chegou lá” com aquela criança ou adolescente, o tempo vira: pode ser uma discussão em casa, uma decepção amorosa, a perda de uma vaga de emprego, um parente ou amigo que morre em uma briga de bar, milhões de coisas. Voltamos para estaca zero e todo trabalho do educador precisa começar de novo. Estou dando um exemplo, de um universo de quase dois mil Zezinhos. Faça as contas e vai conseguir imaginar um pouco da nosso trabalho.

A Casa do Zezinho é um organismo vivo que espelha as necessidades fundamentais da criança e do adolescente para uma sociedade que pouco se importa. Cada Oficina Cultural é a resposta daquilo que falta no universo daquele ser humano, seja no material, emocional ou didático. Somos como aqueles equilibristas que tentam balancear um monte de coisas para atravessar a corda bamba da falta de responsabilidade social e do compromisso com o outro. E saiba que todo dia tem “espetáculo”, viu?

Com a minha experiência, aprendi que não posso convencer aquele que resolveu fechar os olhos para o desenvolvimento humano em geral. O empresário que prefere pagar imposto do que fazer uma doação é o mesmo que não respeita seus funcionários como parceiros de desenvolvimento. A empresa que suja rios e mares é do mesmo dono que joga lixo na rua e vota sempre naquele político que só promete. É uma questão de perspectiva: quem não respeita o mundo em que vive, não respeita o próximo e nem a si mesmo. Como posso pedir que um sujeito assim entenda o nosso trabalho?

É por isso que este espaço é para quem já abriu os olhos e principalmente a cabeça e o coração. O sucesso da nossa Campanha das Notas Fiscais (veja no site) é um belo exemplo de cidadania que só precisa da boa vontade individual para acontecer. A maioria das nossas campanhas são assim: pequenos atos que juntos nos fortalecem e sustentam o nosso equilíbrio. Isso que é felicidade.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s