O meu tempo é Ágora

Imagem

Estava conversando com um educador aqui da Casa do Zezinho sobre novos projetos, formas diferentes de comunicar a nossa proposta de mudança e transformação da consciência no ato de ensinar, essas coisas. Foi quando ele me deu um exemplo que não tinha percebido. Ele disse: “as pessoas pensam que estão vivendo o presente, Tia Dag. Não estão. Em comunicação, todo o presente é passado porque já foi transmitido. Só a ação é presente.”

Caramba, é verdade. Ele continuou essa linha de pensamento e me falou sobre uma campanha antiga, lá dos anos 80, chamada We are The World que todo mundo conhece ou já ouviu falar. Um monte de cantores internacionais gravaram uma canção contra a fome na África. Fez tanto sucesso na época que até gerou uma versão nossa para o Nordeste. Fazem isso até hoje. O problema, me contou esse educador, é que o dinheiro nunca chegou até as milhares de pessoas com fome. Do tempo de organizar, juntar todo mundo, gravar e distribuir, esperar comprar o disco (anos oitenta, gente) e tudo mais…toda essa ajuda chegou tarde.

O tempo é assim. Eu não estou aqui, agora. Não no mesmo tempo que você. Estas palavras já foram escritas, estão no meu passado e no seu presente de leitura. Eu posso estar em outro lugar, fazendo outras coisas, no momento em que você estiver lendo este artigo. Estamos separados pelo tempo. Loucura pensar assim mas é real. Então, onde podemos estar juntos? Como podemos nos unir por algo em comum, se cada um tem seu próprio estado de tempo?

Pela ação. Pelo fazer. Pelo agora. Tem uma coisa legal sobre essa palavra. Ágora (com acento) é uma palavra, de origem grega, que define um espaço para que as pessoas se reunam e conversem sobre as decisões que desejam executar em conjunto. A tradução mais próxima é de uma assembléia, um fórum. Para os gregos, Ágora é um símbolo do exercício da democracia. Então, agir positivamente no agora, é trabalhar com o seu Ágora, sua vontade de equilibrar a balança dos desajustes sociais que vivemos todos os dias.

Hoje, temos a internet. Podemos participar do presente dos outros mais diretamente. E podemos praticar nossa cidadania, nosso Ágora quando der vontade. Podemos trocar as conversas triviais e sem importância por contatos com maior riqueza pessoal e social, trocar histórias de valor maior do que twittar onde está ou o que está comendo. E tudo isso pode se transformar em uma grande mudança de consciência para o bem, para aquilo que você deseja para si mesmo, para sua família, amigos, comunidade. Esse é o poder da ação, do agora e do Ágora: unir as pessoas.

Meu amigo educador terminou nossa conversa com uma pergunta: “Tia Dag, se ‘Nós somos o Mundo’, que mundo é esse que nós somos?” A resposta, eu deixo pra vocês.

“Nós somos o mundo, nós somos as crianças.
Nós somos os únicos que fazem o dia brilhante
Então vamos lá começar a doar.”

(refrão da música “We Are The World”)

2 comentários sobre “O meu tempo é Ágora

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s