Caindo no Amor pela Educação

Começo, meio e fimComo um educador precisa estar continuamente se aperfeiçoando, resolvi colocar meu inglês em dia. Entender uma língua nativa aproxima qualquer um de um mar de possibilidades infinitas para entender o mundo, o outro e a si mesmo. A língua portuguesa, por exemplo, é uma das mais difíceis do planeta porque temos expressões que não possuem tradução em uma só palavra como “saudade” e “apaixonar-se”. Por outro lado, é fascinante descobrir novas interpretações nas línguas estrangeiras que podem tirar a gente do pensamento linear e promover novas ideias para filosofar, escrever poesia, contos, pintar um quadro, compor músicas, etc. Esta semana fiquei pensando no termo “Fall in Love” que na tradução significa exatamente apaixonar-se. Porém, se traduzirmos ao “pé da letra” temos uma composição de palavras: fall (cair), in (no, dentro), Love (Amor).

Opa, isso parece uma coisa totalmente nova e diferente!

“Cair no Amor” ou “Caindo dentro do Amor”, Falling in Love, parece contar uma história. Tipo, a pessoa estava andando e, de repente, caiu em um buraco ou coisa assim. Seria como se ela fosse pega de surpresa, arrebatada por algo novo, misterioso e surpreendente. Apaixonar-se não seria isso? No Brasil até existe uma frase parecida, “fulano está caído de amores por você” ou coisa assim. Mas, veja, é diferente e é aí que se encontra toda a magia do aprender e do educar.

Beleza que não se vê.Tudo pode se tornar mais quando a gente “sai da caixa” (Out of the Box, outra expressão que aprendi, que significa fazer diferente, inovar). Além das nossas Oficinas Culturais, a Casa do Zezinho tem aulas de inglês e filosofia para difundir e gerar esse tipo de atitude desbravadora. Fazer mais, fazer diferente é procurar além do ponto onde a maioria parou. Parou por falta de um interesse maior, parou porque não foi incentivada, parou por preguiça mesmo. E se a pessoa parou é porque não Fall in Love, não se apaixonou. Pô!!!

Eu venho de uma geração que tinha a Paz e o Amor como bandeira. Uma geração que era apaixonada pela ideia de um mundo como um lugar mais legal, honesto e voltado para liberdade individual e coletiva. O tempo passou mas basta olhar o que está acontecendo atualmente para perceber que a gente continua querendo isso e mais. Meu Fall in Love pela educação me levou para USP, para as favelas, para as ruas pedindo paz e para um futuro onde eu podia cuidar de crianças e jovens através da minha paixão. Quando eu “caí no amor”, quando eu descobri o que me motiva, eu saí da caixa e ganhei um universo inteiro.

Olha só, com apenas algumas palavras que eu aprendi em inglês, saiu tudo isso. Imagine então, o que você pode fazer com toda essa energia e motivação dentro de você. Imagine o que você pode fazer com a sua paixão e vai atrás. Fall in Love, apaixone-se, sai da caixa!!!

E seja mais feliz. Fui.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s