Pontes para o Coração do Universo

You-are-the-Bridge-to-My-Heart

Na juventude deve-se acumular o saber. Na velhice fazer uso dele. – Rousseau

Li em algum lugar, outro dia, que não podemos mais definir o tempo por décadas, eras ou estações. A idade das coisas e das pessoas mudou porque as pessoas mudam e as sociedades também. Um idoso de 80 anos na África não é o mesmo que um idoso da mesma idade que more na Itália. Um jovem de 15 anos na Croácia, não é o mesmo que um Zezinho no Parque Santo Antônio. Antes, acreditava-se que a biologia, a forma como nosso corpo e mente se desenvolve, nunca mudaria. Hoje, já se sabe que cada indivíduo (guarde essa palavra, ela é importante) se desenvolve de acordo com aquele indivíduo, de maneira pessoal, íntima e peculiar. Em outras palavras, não existe ninguém igual a você em todo o Universo.

Em todo Universo. Pense nisso por um momento.

Human UniverseÉ claro que a ancestralidade (de onde viemos, nossa família e raízes), a sociedade (onde nascemos e o entorno onde somos criados) e os grupos (turma de amigos, trabalho, lazer, etc) dos quais participamos contribuem para nossa formação. Porém, todos estes grupos são apenas polinizadores. Eles não são a semente. A semente é o indivíduo, é você. Muitas e muitas vezes, acontece da semente “cair” em um lugar errado, nascer em um terreno que não oferece tudo que ela precisa. Ela pode até crescer, com dificuldade e falta de recursos, e pode até vir a se tornar uma grande e poderosa árvore porque a Natureza sempre tenta dar um jeito para consertar o que sai do rumo. Com as pessoas pode acontecer o mesmo.

Acho engraçado (só que não) o senso comum de condenar uma “semente” por tentar sobreviver a qualquer custo em condições miseráveis, com pouca água e o alimento que ela precisa. Acho engraçado (só que não) o julgamento fácil da vida do outro sem o mínimo critério de avaliação de como aquela “semente” foi parar ali, como chegou no fundo do poço se nasceu com todas as mesmas qualidades biológicas do outro (só que não de novo). Como um bom educador não pode e nem deve ter como base apenas o senso comum, o melhor é ir atrás da história dessa semente, ir atrás do indivíduo, ir buscar o coração.

Tree of Life

Na juventude, aprendemos; na maturidade, compreendemos.

Marie Eschenbach

Vou te contar uma coisa, eu sei e conheço muito sobre a maldade. Eu sei tudo que um ser pode fazer para o outro, formas indescritíveis de magoar, entristecer e se afastar da inteligência humana. Mas também sei e conheço o que um ser pode fazer pelo outro. Eu conheço a solidariedade, eu conheço o perdão e a compaixão como ninguém. Eu conheço sementes que caíram na melhor terra possível e não deram em nada. E eu conheço sementes que tiveram que lutar por um lugar ao sol, contra a maré e por um espaço para crescer. E prosperaram. E deram frutos doces. A minha pedagogia é a do desenvolvimento que se sustenta, que se firma nos próprios pés, esse é o meu jeito.  Se você juntar essas duas ideias, indivíduo e semente, o resultado é a descoberta de um potencial sem limites para o crescimento. Um potencial que para vir a ser precisa de sustentação, de apoio, olhar e cuidado. O mesmo que a Natureza faz com tudo que cria.

Cada um de nós pode ser um polinizador de novas ideias, de novas formas de crescimento para todas as sementes espalhadas por aí. Não conheço ninguém que não tenha algo de bom para ensinar. Até uma história triste pode ser um ensinamento de luta ou um alerta para mudar o rumo de uma pessoa para melhor. A Casa do Zezinho surgiu como uma ponte para unir histórias de vida, para unir corações únicos e diferentes, para ser esse lugar que busca espalhar quantas sementes puder pelo mundo, no Universo.

Hora de se espalhar, de correr mundo, de aprender e ensinar, de plantar e colher o melhor que puder. Hora de semear sua história de forma contagiante, ativa, perseverante e permanente.

Eu já comecei. E você?

Fui.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s