País em crise! O que acontece com as ONGs?

O que fazemos quando existe um atraso no repasse de recurso, ou quando os valores de patrocínio não cobrem a despesa total? Pior ainda: quando os encargos não param de crescer? Pois é, nós também estamos em crise! Aliás, nós principalmente estamos em crise. E quando eu digo “nós” me refiro ao Terceiro Setor.

Lá no passado, com a redemocratização do país e o crescimento econômico foram emergindo entidades que eram capazes de suprir uma demanda social, engajadas em promover cultura, educação, saúde e bem estar. Com esse movimento, muitas Ongs surgiram. Todos os tipos de Ong, o que de certa forma prejudicou o trabalho daquelas que sempre trabalharam com idoniedade.

Hoje em dia, vivemos um periodo de instabilidade politica e social, e como consequencia desse processo, o país enfraqueceu e as estruturas que só cresciam e começaram degringolar, e tudo isso se refletiu nos repasses publicos e privados às Ongs. Para a nossa inclusive.

Recentemente li uma entrevista com a Taciana Gouveia, uma das diretoras da Abong (Associação Brasileira de Ongs), que falava sobre um grande problema que enfrentamos: na medida que os nossos gastos aumentam (como encargos e custos operacionais – telefone, luz, salário de funcionários), os nossos ganhos estabilizaram, ou até diminuiram, ou seja, gastamos mais e ganhamos menos.

Além disso, segundo a própria Abong, muito do dinheiro que vinha de fora do Brasil deixou de entrar porque aparentemente o pais estava concluindo o processo de erradicação da pobreza. Oi?

É um momento reflexivo. Eu tenho pensado em maneiras de inverter essas situações burocráticas massivas, sem interromper e interferir no processo pedagogico da Casa do Zezinho. Quem se reiventa em um periodo desse é quem sobrevive.

O importante é não perder as esperanças. Eu acredito nas pessoas, e esse é o sentimento que deve perdurar: fé no outro e em um mundo melhor.

Não retraia totalmente, você pode continuar ajudando Ongs, pessoas e o seu entorno de varias formas.

Jogue para o universo o positivo e o positivo virá.

Axé

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s