Cada um acredita em uma história! O importante é a mensagem

Há uns 15 mil anos antes de Cristo existia uma tribo viking que vivia no hemisfério Norte.

Duas vezes ao ano, o sol atinge sua distância máxima da Terra, e esse dia fica conhecido como Solstício.

Durante o mês de dezembro, mais ou menos entre o dia 22 e o dia 24, os vikings se organizavam para esse período. Estocavam comida, nozes, peixes de carne dura como o bacalhau, e se preparavam para enfrentar meses de escuridão e de muito frio.

Normalmente temperaturas abaixo dos -50 graus celsius.

Esse periodo de escuridão era horrível. As trevas começam a vencer a luz, a sabedoria começa a perder da ignorância, a verdade começa a perder da mentira, a vida começa a perder da morte.

Dia 24 de dezembro dava um grande medo: era o dia que o Sol estava mais longe da Terra, então o xamã da tribo reunia os povos e aldeias em torno da única árvore que permanecia verde mesmo em tão baixas temperaturas: o pinheiro verde, e eles enchiam o pinheiro com velas. Em uma única voz pediam que a luz vencesse as trevas e que a vida vencesse a morte

arvore_natal

Como rito de passagem o xamã da tribo elegia um jovem para caçar o Urso Branco, símbolo da força dos vikings. Então com o seu trenó e as suas renas esses jovens iam à caça do urso branco. Muitos não voltavam para contar a história, mas aqueles que tinham a bravura e conseguiam voltar seguiam um ritual que era tirar imediatamente a pele do urso e vestí-la com o pelo branco pra dentro e a parte do sangue para o lado de fora. O urso era um presente, entregue como oferenda às pessoas da tribo! Evidentemente ele era jovem, mas voltava da caçada com a barca coberta de neve.

Disaster-Being-eaten-Bear-eating-Viking1-thumb-600x1047-30771

Depois de Cristo, seus seguidores quiseram acabar com essa festa porque a consideravam uma manifestação pagã.

Pagão é todo aquele que não foi batizado ou que que é politeísta (acredita em muitos Deuses). Ele não segue o cristianismo, judaísmo, budismo, ou outra grande religião. Ele baseia sua fé em deuses paganistas, regidos pela natureza, sendo assim um pagão.

Mesmo com a proibição não se pode terminar com as manifestações da festa, então no século III d.C. a Igreja colocou como data oficial do nascimento de Cristo esse dia 24 na tentativa de ofuscar e eliminar completamente com a tradição viking. Na verdade, tudo foi incorporado.

Ainda comemos castanhas, nozes, bacalhau, enfeitamos o pinheiro e trocamos presentes deixados pelo homem que vestia vermelho e andava em um trenó com renas.

Adorei ter lido essa, que é o resumo de uma das lendas e teorias que envolvem a história do Natal.

A mensagem é sempre a mesma: que a luz vença a sombra e que possamos estar unidos em uma só voz de esperança.

Axé e bom Natal

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s